• Acesso do cliente
    • Telefones: 55 (11) 3845-2232 | 55 (11) 3845-1793

    Departamento Recursos Humanos

    banner_destaque2

    Departamento Recursos Humanos

    A área de Recursos Humanos enfrenta dois paradoxos. De um lado precisa atender os direitos dos trabalhadores. Por outro, precisa cumprir as exigências previstas na legislação da Constituição Federal, da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), de convenções negociadas com sindicatos de cada categoria. Enfim, é o setor bastante delicado para atender a tantos interesses.
    ORIENTAÇÃO E CONTROLE DA APLICAÇÃO DOS PRECEITOS DA CLT, BEM COMO AQUELES PERTINENTES À PREVIDÊNCIA SOCIAL, PIS, FGTS E OUTROS APLICÁVEIS ÀS RELAÇÕES DE EMPREGO MANTIDAS POR NOSSOS CLIENTES
    A legislação que rege as relações trabalhistas é bastante complexa e, por isso, exige profissionais especializados e com conhecimento profundo sobre o assunto. A CLT envolve uma série de normas e procedimentos que garantem o direito dos trabalhadores. Convenções coletivas, celebradas entre empresas, empregados e sindicatos da categoria, também apresentam normatizações especiais que devem ser colocadas em prática, tão logo elas sejam promulgadas.
    Além de cumprir com os direitos do trabalhador, as empresas precisam atender à legislação e recolher tributos de acordo com a Previdência Social, PIS, FGTS entre outros assuntos relacionados ao seu papel de empregadora.
    MANUTENÇÃO DOS REGISTROS DE EMPREGADOS E SERVIÇOS CORRELATOS
    Todo funcionário registrado no empregador tem um cadastro pessoal e onde são registrados todo seu histórico profissional: aumento de salário, promoções, licenças médicas, etc. Tudo deve ser devidamente atualizado a cada ocorrência, o que torna o Registro de Empregados uma forma de obter informações importantes sobre cada funcionário. No caso de prestadores de serviços, são celebrados contratos de trabalho que devem ter cláusulas detalhadas para que a empresa e o prestador de serviço entrem em acordo e possam cumprir cada item.
    Na ELC, o uso da tecnologia trouxe mais agilidade e encurtou processos na rotina da administração do Departamento de RH. O cruzamento de dados permitiu reduzir o número de operações para atualização de informações de cada empregado, tornando ainda mais confiável o trabalho no departamento.
    ELABORAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO DOS EMPREGADOS, BEM COMO DOS SÓCIOS (PRÓ-LABORE), ASSIM COMO AS GUIAS PARA RECOLHIMENTO DOS ENCARGOS SOCIAIS E TRIBUTOS AFINS.
    A elaboração da folha de pagamento da empresa requer muito cuidado e atenção. A situação profissional de cada membro da empresa deve estar sempre atualizada para que os lançamentos em folha de pagamento sejam corretos. Por isso, é importante que o departamento de RH acompanhe diariamente a vida profissional de cada empregado para que, ao receber seus rendimentos, o cálculo esteja correto.
    Elaborar a folha de pagamento gera uma série cálculos do salário e de tributos que, empresas e empregados precisam conhecer.
    ATENDIMENTO DAS DEMAIS EXIGÊNCIAS PREVISTAS NA LEGISLAÇÃO, BEM COMO DOS PROCEDIMENTOS DE FISCALIZAÇÃO ADMISSÃO E DEMISSÃO.
    O processo para ingresso de um novo colaborador na empresa envolve uma série de etapas que o empregador precisa cumprir para regularizar e formalizar a admissão do novo funcionário. É preciso fazer o registro do empregado, comunicar aos órgãos competentes sua ingressão nos quadros da empresa, registrá-lo, cadastrá-lo na folha de pagamento, cuidar para que receba os benefícios, entre outras providências necessárias.
    DECLARAÇÃO ANUAL DE RENDIMENTOS
    Toda empresa que possui funcionário registrado em carteira deve emitir a Declaração Anual de Rendimentos, que é um documento que comprova quanto foi pago durante o ano a ele. O documento é importante para o funcionário fazer a declaração de Imposto de Renda. Mesmo que os rendimentos não atinjam a base de cálculo para cobrança do imposto é obrigatória a emissão da Declaração Anual de Rendimentos.